Linda Blair: “Certamente [o veganismo] mudou a minha vida”

"Você se torna muito mais consciente sobre os alimentos que consome e sobre as atrocidades contra os animais"

Linda: “A forma como a criação de animais afeta o meio ambiente, afeta o oceano, o ar, e é isso que muitas pessoas não percebem” (Acervo Hallmark Channel)

Em 1988, a atriz estadunidense Linda Blair, mais conhecida pela interpretação de Regan MacNeil, a garota possuída do filme “O Exorcista”, de 1973, estava lendo um artigo sobre pesticidas, chuva ácida e animais criados em fazenda quando tomou a decisão de se tornar vegetariana e mais tarde vegana. “Certamente [o veganismo] mudou a minha vida. Você se torna muito mais consciente sobre os alimentos que consome e sobre as atrocidades contra os animais. A forma como a criação de animais afeta o meio ambiente, afeta o oceano, o ar, e é isso que muitas pessoas não percebem”, relatou em publicação do God’s Direct Contact.

Linda, que nunca mais teve problemas com peso depois que se tornou vegana, vê a dieta vegetariana como uma solução para pessoas com problemas de obesidade e diabetes, principalmente crianças. Mas, para além da saúde, o que a levou para esse caminho foi a sua afinidade e amor pelos animais desde a infância.

De acordo com informações do site da Linda Blair WorldHeart Foundation, a mãe de Linda, quando era muito jovem, a ensinou sobre a importância de ser compassiva com os animais, tanto que quando criança ela sonhava em ser médica veterinária. “Embora este sonho não se concretizou, ela continuou a honrar seu amor pelos animais sendo anfitriã em eventos realizados por santuários, defendendo golfinhos, baleias, a conservação do oceano e alertando sobre a crise da crueldade contra animais nos Estados Unidos”, destacou a LBWF.

Em 2003, a atriz fundou a Linda Blair WorldHeart Foundation, que resgata, adota e reabilita animais abandonados, inclusive aqueles prestes a serem sacrificados. Linda também já participou de muitas iniciativas da Feed the Children, Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (PETA), The Humane Society e Last Chance for Animals. O seu prestígio como atriz e ativista já ajudou a alavancar muitas campanhas em benefício dos animais nos Estados Unidos. A fundação de Linda Blair também educa pessoas para lidarem corretamente com animais.

“Enfatizamos a nutrição adequada, fornecemos cuidados veterinários, instalações confortáveis, treinamento, socialização e, claro, amor em abundância. Usando a mídia como uma saída para a educação, esperamos elevar o nível de consciência sobre questões importantes como superpopulação de animais e lutas de cães”, informou a LBWF.

Questionada em agosto de 2001 por Tamar Alexia Fleishman, do Bankrate, se ela tem o hábito de colocar roupas extravagantes em “animais de companhia”, Linda deixou claro que não e afirmou que isso não é bom para os animais. “No movimento dos direitos animais, não decoramos nossos cães. Isso diminui sua autoestima. Tenho um whippet que possui um pequeno casaco, isto porque ele estava em Connecticut no inverno e ficou frio”, justificou.

A atriz contou que os cães sob sua tutela são alimentados somente com refeições vegetarianas, e que até mesmo alguns brinquedos que dá a eles, como ossos grandes, são feitos com materiais livre da exploração animal. “Não visto couro, caxemira, seda…”, acrescentou em entrevista a Tamar.

Também em 2001, Linda Blair, em parceria com Sunny J. Harris, escreveu e publicou o livro “Going Vegan”. A obra destaca a importância de se refletir sobre o que as pessoas estão fazendo com os seus próprios corpos, com os animais e com o planeta. Quem também se tornou uma referência para a atriz e positivamente a influenciou muito foi o ativista dos direitos animais e ex-pecuarista Howard Lyman, autor do livro “Mad Cowboy”, que já viajou muito pelos Estados Unidos dando palestras sobre veganismo. Linda o considera o seu “segundo pai”.

“Ele foi um fazendeiro de gado da quarta geração e teve câncer. Ele falou sobre todos os seus amigos morrendo por causa de problemas no coração. Podemos eliminar doenças cardíacas, câncer, diabetes e obesidade. Volte para os alimentos básicos, torne-se vegetariano e depois vegano, e você vai entender sobre o que estamos falando. Ele sobreviveu ao câncer em sua coluna vertebral. Acho que podemos fazer a diferença lá fora. Na minha opinião, muitas das doenças vêm da comida e da água”, destacou Linda Blair.

Saiba Mais

Linda Blair nasceu em Saint Louis, no Missouri, em 22 de janeiro de 1959.

Recebeu uma indicação ao Oscar na categoria de melhor atriz coadjuvante por sua interpretação em “O Exorcista”, de William Friedkin.

Referências

http://www.lindablairworldheart.org/about-us/

http://www.godsdirectcontact.org.tw/eng/news/160/vg2.htm

http://www.bankrate.com/nsccan/news/investing/20010816a.asp

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here