Mais dois peixes-boi retornam à natureza na Paraíba

Vitória e Parajuru foram levados ainda filhotes para Itamaracá, onde foram reabilitados e passaram por cuidados até a reintrodução

Vitória foi resgatada em janeiro de 2015 em uma praia da Barra do Mamanguape (Foto: ICMBio)

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) revelou na semana passada que mais dois peixes-boi foram reintroduzidos na Área de Proteção Ambiental (APA) Barra do Rio Mamanguape, na Paraíba.

A reintrodução de Vitória e Parajuru é parte de um projeto iniciado em 2017 em parceria com a Fundação Mamíferos Aquáticos, que tem como objetivo principal tornar a APA Barra do Rio Mamanguape um sítio de reintrodução de peixes-boi.

O local é o primeiro do Brasil a ter uma base de trabalho para a preservação da espécie. “Mamanguape não fazia reintrodução de peixes-boi há quase dez anos. Desde 1994, o ICMBio e parceiros já reintroduziram 49 peixes-boi na natureza”, informa o instituto.

Vitória e Parajuru foram levados da Base do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Nordeste (Cepene), em Itamaracá (PE), em abril deste ano, e ficaram sete meses no cativeiro de aclimatação, até estarem aptos a serem reintroduzidos no mar. Ao todo, são oito peixes-boi que vivem na APA Barra do Rio Mamanguape, além dos animais nativos.

Vitória foi resgatada em janeiro de 2015 em uma praia da Barra do Mamanguape e Parajuru em 2014, no litoral do Ceará. Eles foram levados ainda filhotes para Itamaracá, onde foram reabilitados e passaram por cuidados até a reintrodução.

Segundo o ICMBio, a APA Barra do Rio Mamanguape é um dos locais mais importantes para a população de peixes-boi no nordeste do Brasil. A unidade de conservação protege ambientes de mangues, recifes de coral, pradarias de gramíneas submersas, praias e restingas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here