Ativista infiltrado registra morte de bezerros a tiros nos EUA

Execução de bezerros é comum na indústria leiteira porque eles não são considerados lucrativos

A organização infiltrou um ativista na fazenda leiteira McArthur, em Okeechobee, na Flórida, nos Estados Unidos (Foto: HSUS)

Esta semana a Humane Society of the United States (HSUS) divulgou novamente um vídeo que revela uma face pouco conhecida pelos consumidores de leite e derivados – a comum execução de bezerros saudáveis pouco tempo após o nascimento, uma prática naturalizada no mundo todo.

Para mostrar o destino desses animais, a organização infiltrou um ativista na fazenda leiteira McArthur, em Okeechobee, na Flórida, nos Estados Unidos. De acordo com a HSUS, os bezerros costumam ser eliminados nos primeiros dias porque não podem produzir leite, logo não são considerados lucrativos.

As imagens do vídeo com duração de dois minutos e meio são chocantes. Um funcionário da fazenda McArthur aparece matando a tiros mais de uma dezena de bezerros em uma vala com água suja. Alguns dos animais agonizam, gemem e se debatem enquanto outros já estão mortos.

Um dos jovens bovinos tenta fugir, mas é empurrado vala abaixo, onde são descartados. Antes de ir embora, o funcionário dispara contra os últimos animais vivos. Um bezerro ainda tenta resistir, mas acaba desfalecendo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here