Onça que pode estar grávida é vista no Parque do Iguaçu

Onça-pintada grávida pode trazer esperança para a espécie no Parque do Iguaçu

No dia 29 de novembro, no Dia da Onça-Pintada, Censo 2019 deve divulgar o total de onças-pintadas que vivem no Parque Nacional do Iguaçu (Foto: Divulgação/Projeto Onças do Iguaçu)

De acordo com informações do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), uma câmera que registra a vida selvagem instalada no Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, flagrou uma onça que pode estar grávida.

O registro trouxe esperança aos pesquisadores do projeto Onças do Iguaçu, que dizem acreditar que a onça realmente está grávida. O presidente do ICMBio, Homero Cerqueira, também comemorou a notícia, destacando que isso é importante para a preservação da espécie que está criticamente ameaçada de extinção na Mata Atlântica.

A coordenadora do projeto Onças do Iguaçu, Iara Barros disse que é comum uma onça-pintada ter no máximo dois filhotes. Explicou também que atualmente há 80 “armadilhas fotográficas” distribuídas nos 185 mil hectares do parque, com fins de preservação da fauna.

No dia 29 de novembro, no Dia da Onça-Pintada, o Censo 2019 deve divulgar o total de onças-pintadas que vivem no Parque Nacional do Iguaçu. Segundo o ICMBio, o levantamento é feito com a ajuda de câmeras instaladas no parque nacional, tanto do lado brasileiro quanto do lado argentino. O monitoramento é realizado em uma área de preservação de 400 mil hectares.

Em 2009, o censo registrou 11 onças-pintadas no lado brasileiro do parque. O último censo, de 2016, apontou 22. Somando com o lado argentino, a estimativa atual é de 100 onças vivendo no parque.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here