Personalidades defendem que ser vegano ajuda a evitar pandemias

Mais de cem personalidades reconhecem conexão entre pandemias, crise climática e consumo de produtos de origem animal

Xuxa, ator Emiliano d’Avila e atriz Natália Rosa fortalecem campanha da organização Veganuary (Fotos: Veganuary/Divulgação)

Mais de cem personalidades nacionais e internacionais, incluindo ambientalistas, artistas, políticos, acadêmicos e empresários, estão endossando uma campanha da organização Veganuary, que defende que ser vegano ajuda a evitar pandemias e a combater as mudanças climáticas.

Do Brasil, Xuxa, Emiliano d’Avila, Natália Rosa, Fernando Gabeira, Paula Brügger e Daniel Braga Lourenço estão entre os que assinaram a carta aberta da Veganuary que aponta conexão entre pandemias, crise climática e consumo de produtos de origem animal.

“Os especialistas em pandemias advertem que, devido às condições de superlotação e esqualidez, as fazendas industriais – especialmente as indústrias de frangos – são locais de reprodução para a próxima pandemia. Essas indústrias já nos deram H1N1 (gripe suína) e H5N1 (gripe aviária), sendo que esta última tem uma taxa de mortalidade de 60%”, informa a Veganuary.

No apelo à mudança, a carta aberta cita ainda que nos últimos anos mais de 80% do desmatamento no Brasil foi para dar lugar às pastagens, ou seja, visando a produção de carne.

Desmatamento aumenta riscos de pandemias 

“Mais florestas são destruídas para dar lugar a cultivos para alimentar os animais em fazendas ao redor do mundo. O desmatamento é grave por muitas razões. Ele empurra as espécies selvagens para a extinção, desloca os povos indígenas e impulsiona as mudanças climáticas. E nos leva a um contato cada vez mais próximo com animais silvestres e quaisquer vírus que eles possam abrigar, aumentando o risco de outras pandemias.”

A publicação também é assinada por personalidades como Alicia Silverstone, Evanna Lynch, Paul Mcartney, Bryan Adams, Jeff Beck e Jonathan Bartley, além do Greenpeace do Reino Unido.

“Mas [a carta] também oferece esperança para um futuro melhor, convocando todos a entrarem 2021 com positividade e a determinação de fazer todo o possível para proteger nosso planeta, seus espaços naturais, fauna, flora, rios, e a saúde e bem-estar de todos os seus habitantes. Para isso, devemos mudar nossas dietas”, recomenda a Veganuary.

Também signatária da carta aberta, a primatóloga Jane Goodall alerta sobre o impacto da pecuária. “Se todos comessem menos carne, ou de preferência nenhuma carne, isso não só reduziria a crueldade, mas também teria um enorme impacto, um impacto positivo sobre o meio ambiente.”

A organização Veganuary convida a população brasileira a mudar seus hábitos alimentares participando de um desafio de 31 dias “experimentando o veganismo”.

Clique aqui para se inscrever.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here