Joaquin Phoenix é premiado por ativismo em defesa dos animais

"Phoenix mostra a todos que, quando se trata de sentir medo, dor e amor, um ser humano não é diferente de uma galinha ou um hamster"

“Joaquin Phoenix nunca perde a oportunidade de desviar o foco de si mesmo para a situação dos animais” (Foto: The Canadian Press/Cole Burston)

Pelo seu ativismo em defesa dos animais, o ator vegano Joaquim Phoenix está sendo premiado pela organização Pessoas Pelo Tratamento Ético dos Animais (PETA), que o classificou como pessoa de destaque na causa animal em 2019.

“Joaquin Phoenix nunca perde a oportunidade de desviar o foco de si mesmo para a situação dos animais e dar um ótimo exemplo da caminhada vegana”, anunciou ontem (2) a fundadora da organização, Ingrid Newkirk.

E acrescentou: “A PETA se orgulha de iniciar a temporada de premiações honrando a dedicação de Phoenix em mostrar a todos que, quando se trata de sentir medo, dor e amor, um ser humano não é diferente de uma galinha ou um hamster”.

Conheça algumas das mais recentes ações do ator:

Em outubro, Joaquin Phoenix apareceu com um blusão da organização Animal Liberation Front (ALF), conhecida por realizar ações diretas em defesa dos direitos animais. A aparição foi após a exibição do filme “Coringa” em uma sala de cinema de San Fernando Valley, perto de Los Angeles, na Califórnia.

No mesmo mês, enquanto estava no Canadá para participar do 44º Festival Internacional de Cinema de Toronto, o ator apareceu na Estação St. George pouco antes das 16h para participar de uma campanha vegana que apresenta fatos e fotos de animais assustados e explorados diariamente para fins de lucro e consumo.

A iniciativa trouxe frases como: “Imagine nascer para ser abatido” ou “Imagine perder todos os seus bebês” – em referência aos animais que são reduzidos a pedaços de carne e também às vacas que são apartadas dos bezerros na indústria de laticínios.

Também em outubro, em entrevista à plataforma digital Brut, o ator contou que se tornou vegano na infância, aos três anos, depois que ele e seus irmãos testemunharam peixes sendo mortos de forma extremamente violenta. “Era absolutamente óbvio que isso era algo do qual não queríamos participar nem apoiar”, relatou.

Em oposição à exploração animal voltada à indústria alimentícia, Phoenix acrescentou que não quer afastar bebês de suas mães [em referência à indústria leiteira], e que não quer contribuir em forçá-los a engordarem para serem abatidos para consumo.

Em setembro, ele participou de mais uma campanha pró-vegana da PETA, aparecendo em um gigante painel na Times Square, em Nova York (EUA), por onde trafegam diariamente mais de 300 mil pessoas. Com uma mensagem simples, o ator pediu pelo fim do especismo e convidou as pessoas a se tornarem veganas.

“Todos nós somos animais”, observa Joaquin Phoenix, em referência ao fato de os animais não humanos também gozam de sensações, emoções, sentimentos e diversas capacidades – incluindo o interesse em não sofrer em decorrência da má intervenção humana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here