Notícias

Por opção, tchecos estão consumindo menos carne

“É ótimo que um quarto da população esteja consumindo menos carne e outros produtos de origem animal” (Foto: Pxfuel)

Na República Tcheca, e por opção, pelo menos 25% dos tchecos estão consumindo menos carne. O percentual é considerado alentador pela organização ProVeg Czechia porque a culinária contemporânea do país é muito associada à carne.

Sobre as razões para a desaceleração a saúde está em primeiro lugar. Na sequência, vêm as preocupações ambientais e com o bem-estar animal. A pesquisa da entidade aponta que 22% dos entrevistados disseram que também estão reduzindo o consumo de carne para economizar dinheiro.

“Isso é mais uma evidência de que uma dieta à base de vegetais pode ser bem acessível”, avalia Martin Ranninger, da ProVeg Czechia, acrescentando que tem crescido também no país a percepção de que o consumo de carne pode ser prejudicial à saúde.

“É ótimo que um quarto da população esteja consumindo menos carne e outros produtos de origem animal.”

Além disso, segundo levantamento da entidade, um em cada cinco tchecos já incluiu alternativas à carne em sua rotina alimentar.

Melhor para o meio ambiente

“Os entrevistados disseram que consideram as alternativas à carne mais saudáveis (73%), mais confiáveis (62%), melhores para o meio ambiente (69%) e mais fáceis de digerir (32%).”

Dados da ProVeg Czechia também citam que 72% dizem acreditar que o leite vegetal é melhor para o meio ambiente do que o leite de vaca. Já o percentual de entrevistados que o consideram mais saudável do que o leite tradicional é de 65%.

“50% dos que compraram alternativas ao leite enfatizaram que desejam alternativas com sabor semelhante aos produtos lácteos convencionais”, frisa Ranninger.

“Percebemos que mais pessoas estão reduzindo o consumo de produtos de origem animal por razões ecológicas. É um passo fácil que as pessoas podem dar para enfrentar a crise climática.”

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 

David Arioch

Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR)

Posts Recentes

Quanto vale a vida de um animal?

Viu um bezerro caído na estrada. “Foi atropelado?” Parou o carro e desceu. O animal…

3 semanas ago

Uma lâmina serve quanta violência no matadouro?

Ver um animal vivo e pouco depois observá-lo morto causou-lhe mal-estar. Estava ali para testemunhar…

3 semanas ago

Como os porcos vivem pouco

Não faz aniversário. Não passa de meio ano de vida. O que pode ser comemorado…

4 semanas ago

SP: Santuário Filhos de Shanti precisa de doações com urgência

Com sede em Pindamonhangaba (SP), o Santuário de Animais Filhos de Shanti está pedindo ajuda para arrecadar…

4 semanas ago

Mercado de alimentos veganos crescerá 42% até 2025

Um relatório da Business Research Company estima que o mercado de alimentos veganos crescerá 42%…

4 semanas ago

Novilha é enviada para santuário após escapar de matadouro em NY

Uma novilha que escapou este mês de um matadouro da cidade de Nova York foi…

4 semanas ago