Produtos de beleza veganos, um mercado de R$ 130 bilhões

Relatório da PMI aponta que até 2029 o mercado global de produtos de beleza veganos deve registrar um bom crescimento

Sem dúvida, uma projeção de crescimento bem significativo em comparação com 2019, quando o mercado foi avaliado em R$ 74,1 bilhões (Foto: Pixabay)

Com o crescente interesse do consumidor, a indústria de produtos de beleza tem reconhecido cada vez mais a importância em oferecer opções veganas.

Uma prova pode ser encontrada no mais recente relatório da Prophecy Market Insights, que aponta que até 2029 o mercado global de produtos veganos deve valer o equivalente a R$ 130 bilhões, com taxa de crescimento anual composta de 5,9%.

Sem dúvida, uma projeção de crescimento bem significativa em comparação com 2019, quando o mercado foi avaliado em R$ 74,1 bilhões.

Segundo a PMI, a valorização do segmento mostra que produtos de beleza livres de crueldade já são uma das principais tendências da indústria – por questões éticas e de saúde.

Consumidores estão preferindo ingredientes considerados mais naturais e seguros, e no momento da escolha a quantidade de componentes químicos tem grande peso.

Isso é positivo para o mercado de produtos veganos, já que este é o que tem mais preocupação em evitar ingredientes químicos nocivos à saúde.

Crescimento de mais de 175% em cinco anos

A previsão é de que essa mudança de consumo seja impulsionada ainda mais nos próximos anos por influência das redes sociais, onde há cada vez mais pessoas influentes promovendo produtos veganos.

Vale lembrar também que esta não é uma tendência que surgiu agora. De julho de 2013 a junho de 2018, por exemplo, os lançamentos de produtos de beleza veganos tiveram um aumento global de 175%, de acordo com um relatório da empresa de pesquisa de mercado Mintel.

Segundo a Mintel, empresas que não querem perder espaço no mercado devem priorizar a elaboração de produtos sem ingredientes de origem animal e que não foram testados em animais.

Outra sugestão tem sido estimular a indústria varejista a promover a identificação de produtos veganos em displays e usando ferramentas digitais para facilitar a busca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here