Projeto alemão visa ampliar aceitação e alcance de alimentos veganos

“Queremos trazer este tipo de nutrição para mais perto da população, com informações sólidas que possam ser entendidas por todos"

“Ainda há muitos equívocos sobre nutrição à base de vegetais. Gostaríamos de mudar isso”

Um projeto coordenado pela Universidade de Hohenheim, na Alemanha, visa ampliar a aceitação e o alcance de produtos veganos alimentícios, principalmente de alternativas a carnes, laticínios e ovos.

A proposta do V-Place surgiu depois que uma pesquisa constatou que as opções que existem no mercado hoje são consideradas insuficientes em diversidade e em orientações ao consumidor.

Outra constatação do projeto que se concentra em seis países europeus – Alemanha, Dinamarca, França, Itália, Espanha e Polônia – é de que mesmo com o crescimento da oferta de alimentos veganos o que está sendo oferecido hoje não atende totalmente a demanda dos consumidores e há também produtos que são classificados como inadequados.

Hoje, pelo menos na Europa, e com base na análise do V-Place, as alternativas ao leite são o maior destaque em diversidade. Por outro lado, alternativas aos queijos, ovos e peixes não estão na mesma situação.

Futuro será melhor

Outra crítica feita pelo projeto é de que as empresas de carnes vegetais se focam em produzir os mesmos produtos – alternativas aos hambúrgueres, linguiças e carnes fatiadas – sendo negligentes em oferecer outros tipos de produtos.

Por outro lado, o V-Place avalia que isso é só o começo e que no futuro haverá ofertas de produtos mais saudáveis e mais sustentáveis e que levam em conta as necessidades específicas de cada país e região.

“Queremos trazer este tipo de nutrição para mais perto da população, com informações sólidas que possam ser entendidas por todos. Ainda há muitos equívocos sobre nutrição à base de vegetais. Gostaríamos de mudar isso”, diz o coordenador do V-Place, Klaus Hadwiger, do Centro de Pesquisa em Bioeconomia da Universidade de Hohenheim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here