Região de Bruxelas aprova proibição de testes em cães, gatos e primatas

"Isso mostra que é possível que os governos se afastem do uso de animais em experimentos"

Proibição começa a valer a partir do dia 1º de janeiro de 2020 (Acervo: National Geographic)

De acordo com informações da organização Cruelty Free International (CFI), a partir do dia 1º de janeiro de 2020, experimentos com cães, gatos e primatas serão proibidos na região de Bruxelas, na Bélgica. Também serão proibidas experiências com esses animais no ensino e em testes de segurança a partir do dia 1º de janeiro de 2025

A iniciativa, acolhida pelo governo de Bruxelas, é resultado de uma parceria da CFI com a GAIA, um grupo que reúne organizações europeias que trabalham para mostrar como a realização de teses em animais pode ser substituída, beneficiando milhões de animais anualmente.

Segundo a Cruelty Free, o pontapé inicial foi dado pela GAIA, que realizou uma forte campanha que garantiu esse resultado. A chefe executiva da CFI, Michelle Thew, disse que essa é uma notícia brilhante vinda da Bélgica.

“Isso mostra que é possível que os governos se afastem do uso de animais em experimentos. Gostaria de pedir ao governo do Reino Unido que analise o que aconteceu na Região de Bruxelas e faça o mesmo”, declarou Michelle.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here