Sem se alimentar de animais, Mike Tyson retorna ao ringue

Tyson lutará no dia 12 de setembro contra o também ex-campeão dos pesos-pesados Roy Jones Jr.

“Não como nada que tenha pai e mãe. Isso significa que só como vegetais e outras coisas´[de origem não animal]. Então lembre-se, coma seus vegetais” (Foto: Getty)

Quinze anos depois, Mike Tyson, um dos mais importantes nomes da história do boxe, retorna ao ringue para uma luta de exibição. Sem se alimentar de animais desde 2010, ele enfrenta no dia 12 de setembro o também ex-campeão dos pesos-pesados Roy Jones Jr.  O evento no Dignity Health Sports Park em Carson, na Califórnia, terá oito rounds.

Em maio, a TalkSport deu visibilidade à transformação de Tyson desde que ele adotou uma alimentação sem nada de origem animal. Quando se aposentou em 2005, o lutador atravessou a fase mais crítica de sua vida, se entregando a uma alimentação cheia de gordura animal, além de consumir muito álcool e drogas.

“Em 2010, migrou para uma [boa] dieta à base de vegetais, o que o ajudou a perder muito peso, e que, segundo ele, aliviou alguns de seus problemas de saúde”, informou a TalkSport.

Em 2013, durante entrevista disponibilizada no canal da apresentadora Oprah Winfrey no YouTube, o boxeador falou de sua transição para uma dieta sem nada de origem animal. “Perdi mais de 45 quilos. Senti vontade de mudar minha vida, de fazer algo diferente, e me tornei vegano”, afirmou.

Em 2019, Mike Tyson, que agora tem 54 anos, concedeu uma entrevista ao canal GQ Sports, reforçando que deixar de se alimentar de animais mudou sua vida: “Não como nada que tenha pai e mãe. Isso significa que só como vegetais e outras coisas´[de origem não animal]. Então lembre-se, coma seus vegetais.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here