Situação das búfalas em Brotas (SP) é resultado de tratar animais como produtos

Enquanto não mudarmos nossa percepção e estender consideração moral aos outros animais, casos como o de Brotas (SP) não serão uma impossibilidade

O caso das búfalas em Brotas (SP) exige uma perspectiva um pouco mais abrangente sobre a realidade. Embora tenha sido visto por muita gente como algo pontual, vai muito além disso.

Afinal, por que centenas de búfalas e seus filhotes foram deixados para morrer em uma fazenda? Por que o proprietário, segundo tudo que foi divulgado até agora sobre o assunto, decidiu que seria mais rentável cultivar soja.

As condições em que os animais foram encontrados, e o que foi apontado por médicos veterinários que avaliaram as bubalinas, revela que houve grande descaso em relação à vida desses animais.

Mas o que leva alguém a abandonar animais dessa maneira? No caso das búfalas, que eram utilizadas com finalidade econômica em uma fazenda leiteira, é um reflexo de algo que muitas pessoas resistem em admitir – que animais usados para produção de alimentos não são vistos como criaturas dignas de direitos, são apenas meios para um fim – e isso é um facilitador de maus-tratos e crueldade animal.

Louvável seria o descarte, abate?

Prova disso é que quando não correspondem aos anseios de seus criadores ou do mercado tendem a ser abandonados, descartados ou abatidos. No caso das búfalas, morrer seria apenas uma questão de quando e como. A comoção existe hoje pela situação em que foram deixadas – ou seja, desnutridas e morrendo em consequência de inanição.

Isso é condenável, claro, mas louvável seria o descarte, abate, quando já não atingissem a meta de produção? Quando fossem considerados, sob perspectiva econômica, animais que já não vale a pena manter vivos?

A crença de que animais são bens móveis, e que devem existir para nos beneficiar, é o que favorece um sistema de exploração que permite a alguém crer que não há problema em matar animais ou em deixá-los para morrer.

Afinal, a sociedade diz o tempo todo que eles estão muito abaixo de nós, e o que importa em primeiro lugar são os nossos interesses. Acredito que enquanto não mudarmos nossa percepção e estender consideração moral aos outros animais, casos como o de Brotas (SP) não serão uma impossibilidade, porque a perspectiva especista de animais como produtos é o que, em menor ou maior proporção, perpetua essas práticas.

 

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 




3 COMENTÁRIOS

  1. Inacreditavel a maldade de certos seres que estao aqui no mundo somente para ocupar espaco e fz peso na terra. Verdadeiros montros que irao pagar com a ira de Deus, pois td e criacao do pai. Fz este absurdo com os pobres animais para mata-los e assim arrendar aquela porcaria mundana pra plantar soja. Ver em site o globo.
    Eta Brasil vamos fz leis seus sr deputados para assim proteger estes animais que estao a merce destes seres. INDIGNACAO

  2. Inacreditavel a maldade de certos seres que estao aqui no mundo somente para ocupar espaco e fz peso na terra. Verdadeiros montros que irao pagar com a ira de Deus, pois td e criacao do pai. Fz este absurdo com os pobres animais para mata-los e assim arrendar aquela porcaria mundana pra plantar soja conforme dz a materia deste site.
    Eta Brasil vamos fz leis severas srs deputados para assim proteger estes animais que estao a merce destes seres. E que a justica faca seu papel PUNINDO sem conivencia. INDIGNACAO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here