Vegano de 82 anos correrá 100 km para ajudar santuário animal

“Desde que comecei a correr, não sinto dores [...]. Sempre que termino uma corrida, sinto que há mais no tanque [em referência à própria energia]"

No ano passado, Youd arrecadou o equivalente a R$ 5,4 mil para uma instituição de caridade depois de realizar mil flexões (Acervo: Vegan Society)

No dia 21, o aposentado vegano Paul Youd, de 82 anos, dará início a um desafio de completar 100 quilômetros de corrida ao longo de dez dias para arrecadar recursos em benefício de 200 animais que vivem no santuário Dean Farm Trust, em Chepstow, na Inglaterra.

No desafio colocado em prática no quintal de sua residência, ele espera arrecadar o equivalente a pelo menos R$ 6,4 mil. Ou seja, 64 reais para cada quilômetro percorrido. Para isso, Youd criou uma campanha de financiamento coletivo na plataforma GoFundMe.

“Desde que comecei a correr, não sinto dores […]. Sempre que termino uma corrida, sinto que há mais no tanque [em referência à própria energia] – estou bastante confiante de que posso enfrentar esse desafio!”, afirma.

Paul Youd vive em Taunton, na Inglaterra, e se tornou vegano há mais de 15 anos. Ele contou ao Somerset Live que a sua transição se deu pela sua preocupação com o bem-estar dos animais.

“Comecei a investigar a indústria de laticínios e ovos”

Dois anos depois de parar de consumir carne, Youd descobriu que havia muito mais a ser feito. “Comecei a investigar a indústria de laticínios e ovos e percebi o quão cruel era e só pensei que eu não poderia mais fazer parte disso”, explicou.

“Eu quis me desafiar e fazer algo para ajudar os animais resgatados na Dean Farm Trust. Eles fazem um trabalho incrível para resgatar animais carentes e estão realmente com dificuldades no momento, com muitas de suas fontes de arrecadação afetadas pelo coronavírus. [Percebi que] correr era algo que eu poderia aprender na segurança da minha casa [durante a quarentena].”

Em 2019, para chamar a atenção para a causa vegana, ele assumiu a missão de completar um milhão de flexões nos próximos dez anos. Considerando o estilo de vida de Paul Youd, isso não é impossível. “Eu vou fazer isso. Estou determinado”, garantiu.

Não é a primeira vez que Paul Youd ajuda um santuário 

No ano passado, Youd arrecadou o equivalente a R$ 5,4 mil para uma instituição de caridade depois de realizar mil flexões. Com muita energia, ele mantém uma rotina semanal de exercícios com kettlebell, e sua manhã já começa com um pouco de dança ao atravessar a sala para abrir as cortinas e deixar o sol entrar:

“Eu tenho tanta energia. Me sinto tão bem, me sinto como uma pessoa de 40 anos. Também quero mostrar às pessoas os benefícios para a saúde de um estilo de vida vegano, porque nunca é tarde demais para se tornar vegano.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here