Volume de exportação de carne halal brasileira aos Emirados Árabes cresce 439,84% em 2019

Segundo a câmara, houve aumento das exportações não apenas para os Emirados Árabes, mas para todo o bloco de países árabes

No abate halal, o boi, por exemplo, não passa por nenhum suposto procedimento de insensibilização (Fotos: PETA/Câmara de Comércio Árabe Brasileira)

De acordo com informações da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, o volume de exportação de carne halal bovina brasileira para os Emirados Árabes Unidos já cresceu 439,84% em comparação com o primeiro semestre de 2018. Com o apoio do Ministério da Agricultura, houve aumento das exportações não apenas para os Emirados Árabes, mas para todo o bloco de países árabes. O Brasil hoje é o maior mercado exportador de carne halal do mundo.

De acordo com Ali Saifi, diretor-executivo da Cdial Halal, empresa de referência em certificação halal, até 2020, e com o apoio do Ministério da Agricultura, o Brasil tem condições de ampliar como um todo as exportações de carne halal para países árabes e asiáticos em pelo menos 60%. Atualmente o país exporta para 22 países de cultura predominante islâmica – o que representa mais de dois milhões de toneladas de carne halal.

Segundo o Ministério da Agricultura, a Indonésia é o país mais recente a se interessar pela carne halal brasileira, após recente visita da ministra Tereza Cristina, que viajou à Ásia para fechar contratos que incluem a exportação de gado em pé. Para ganhar novos mercados, a promessa tem sido de venda de carne a preços mais baixos que a Austrália.

No abate halal, que este ano foi proibido na região de Flandres, na Bélgica, por ser considerado cruel e antagônico à legislação de bem-estar animal, o boi, por exemplo, não passa por nenhum suposto procedimento de insensibilização e recebe um corte no pescoço em movimento de meia-lua, que culmina no corte dos três principais vasos – jugular, traqueia e esôfago.

Outra prioridade do Ministério da Agricultura, como já reforçado pela ministra Tereza Cristina, é a ampliação da exportação de gado em pé. As negociações em andamento incluem Vietnã, Egito, Turquia, Jordânia, Iraque, Líbano, Irã e Uruguai.

A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) aponta que o Brasil já enviou mais de 827 mil toneladas de carne para fora do país este ano – o que significa aumento de 25,5% em comparação com o mesmo período de 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here