Ativistas contra testes em animais são tema de documentário

"The Animal People" mostra que ativistas passaram a ser classificados como ameaça terrorista por combater práticas de uma corporação que realiza testes em animais

Documentário sobre ativistas que combatem uso de animais como cobaias tem produção executiva do ator Joaquin Phoenix (Fotos: Getty/Divulgação)

Estreia hoje (26) no Austin Film Festival, no Texas, o documentário “The Animal People”, que conta a história de seis ativistas que lideraram nos Estados Unidos a campanha internacional em defesa dos direitos animais Stop Huntingdon Animal Cruelty (Shac), e que por isso passaram a ser vistos como uma ameaça pelo FBI, inclusive sendo colocados sob vigilância e indiciados como terroristas domésticos.

O filme com produção executiva do ator vegano Joaquin Phoenix é produzido por Jorja Fox (CSI) e dirigido por Cassandra Suchan (Rock The Bells) e Dennis Henry Hennelly (Bold Native). A obra mostra que os ativistas passaram a ser classificados como ameaça terrorista por combater práticas de uma corporação que realiza testes em animais – a Huntingdon Life Sciences – que tem laboratórios no Reino Unido, Estados Unidos e Japão.

“The Animal People” aponta que o FBI foi utilizado para defender interesses corporativistas em detrimento de interesses públicos, e que o caso da Huntingdon serviu como modelo para atacar outros movimentos como o Occuppy Wall Street e Black Lives Matter, assim interferindo na liberdade de expressão dos cidadãos dos EUA.

“Este filme é muito mais do que apenas este caso. Trata-se de questões fundamentais sobre liberdade de expressão, transformação social e poder corporativo, que nunca foram tão urgentemente discutíveis em nosso mundo”, declarou Joaquin Phoenix em divulgação do documentário. “The Animal People” é resultado de 15 anos de produção e traz entrevistas com cada um dos principais ativistas da campanha, além de imagens raras, inclusive de gravações secretas feitas pelo FBI, assim como registros de escutas telefônicas e documentos do governo.

“The Animal People é um retrato arrepiante do que acontece quando o ativismo sacode as instituições de poder”, informa a produção do filme. Ainda não há previsão de quando a obra será disponibilizada nas plataformas digitais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here