Corrida de galgos está na mira do Ministério Público no RS

“É um grande passo para a proteção animal”, comemora o advogado e professor Rogério Rammé

(Foto: iStock)

Ontem (21), o Ministério Público de Bagé (RS) acolheu denúncia do Instituto Sulamericano de Estudos e Defesa Animal (i-Seda) contra as corridas de galgos.

Com isso, a prática será investigada por associação com maus-tratos em Bagé, assim como relação com jogos de azar envolvendo menores de 18 anos. O MP também se colocou à disposição das autoridades policiais para atuar nas investigações.

“É um grande passo para a proteção animal”, comemora o advogado e professor Rogério Rammé, que já atuou em inúmeros casos no Rio Grande do Sul em que animais foram utilizados como entretenimento, assim como no reconhecimento de um porquinho como sujeito de direitos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here