Desmatamento da Amazônia chega a um milhão de quilômetros quadrados

Uso indiscriminado do fogo por agropecuaristas durante períodos secos tem agravado a situação

Um milhão de quilômetros quadrados desmatados aproximam a maior floresta tropical do mundo de um cenário nada auspicioso (Foto: Bruno Kelly/Reuters)

Não é nenhuma novidade que o Brasil possui a maior biodiversidade do planeta, o que sempre atraiu o interesse de diversas nações. No entanto, considerando toda a diversidade de riquezas naturais, será que o Brasil é um país que protege a sua natureza como poderia ou deveria? Até 2012 a Amazônia já havia perdido 754.840 quilômetros quadrados de suas florestas em consequência do desmatamento.

Hoje o total chega a um milhão de quilômetros de desflorestamento, segundo o artigo “Amazon Tipping Point”, publicado recentemente na revista Science Advances pelo professor Thomas Lovejoy, da George Mason University, dos Estados Unidos, e pelo coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas, Carlos Nobre.

Lovejoy e Nobre enfatizam que, para além do desmatamento, outro fator que tem impactado muito no ciclo hidrológico amazônico é o uso indiscriminado do fogo por agropecuaristas durante períodos secos, visando a formação de lavouras e pastagens.

Apesar de não saberem o ponto exato de inflexão que pode fazer com que o desmatamento na Amazônia chegue a um ponto irreversível, os pesquisadores garantem que um milhão de quilômetros quadrados desmatados já aproximam a maior floresta tropical do mundo de um cenário nada auspicioso.

“A Amazônia está muito próxima de atingir esse limite irreversível”, avaliam. O que endossa esse preocupante prognóstico são as megassecas, ou seja, as secas prolongadas, registradas na Amazônia nos últimos anos, afetando os ecossistemas da floresta tropical.

Segundo o Greenpeace, a pecuária na Amazônia brasileira é responsável pela destruição de um em cada oito hectares. A Fundação Joaquim Nabuco afirma que a pecuária é responsável por 65% do desmatamento da Amazônia. Já a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura informa que 80% do desmatamento foi provocado pela conversão de terras em pastos e produção de grãos destinados à alimentação de animais criados para consumo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here