Documentário vegano H.O.P.E. está disponível no YouTube

O filme de pouco mais de 90 minutos aborda diferentes aspectos e consequências do consumo de alimentos de origem animal

“Eu quero tornar óbvio que uma dieta baseada em animais prejudica a todos” (Foto: Reprodução)

Lançado no ano passado, o documentário vegano “H.O.P.E. – What You Eat Matters”, de Nina Messinger, está disponível na íntegra no YouTube e com legendas em português. O filme de pouco mais de 90 minutos aborda diferentes aspectos e consequências do consumo de alimentos de origem animal – como a crueldade contra os animais e o impacto para o meio ambiente e para a saúde humana.

H.O.P.E. conta com a participação da primatologista Jane Goodall, da ativista Vandana Shiva, do bioquímico T. Colin Campbell, do médico Caldwell B. Esselstyn e de muitos outros convidados. Em referência ao título do documentário, Nina explica que “o que comemos realmente importa”, e que o seu objetivo é mostrar uma perspectiva diferenciada do massivo abuso de animais e suas implicações individuais e coletivas.

O filme, que é duro e ao mesmo tempo terno, apresenta a realidade dos santuários que resgatam animais que seriam mortos, e discute também a senciência e a inteligência animal: “Eu quero tornar óbvio que uma dieta baseada em animais prejudica a todos – que isso põe em perigo nossa saúde, cria um sofrimento incompreensível para os animais”, enfatiza Nina.

O documentário defende também que é inegável que se alimentar de animais, financiando a indústria agropecuária, favorece a destruição do meio ambiente, promove a fome global e a migração forçada. “Acredito que o reconhecimento dessas relações é crucial para a sobrevivência tanto psicológica quanto física da humanidade”, argumenta.

Outro diferencial de “H.O.P.E.” é que Nina permite que qualquer pessoa o compartilhe ou realize exibições públicas ou privadas do documentário, desde que sem finalidade comercial. “Eu quero que esse filme e sua mensagem sejam acessíveis para o maior número possível de pessoas. Eu quero salvar incontáveis vidas de pessoas, animais e contribuir para a preservação da nossa existência. Acredito que mudando nossos hábitos, podemos mudar o mundo”, destaca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here