Filme sobre pecuarista que se torna vegetariano leva o prêmio de melhor curta no BAFTA

O filme conta a história de Jay Wilde, um fazendeiro que atuava no ramo de produção de leite e carne

Ontem, o filme “73 Cows”, de Alex Lockwood, que conta a história do ex-pecuarista britânico Jay Wilde, que se tornou um vegetariano ético, foi premiado no BAFTA, na categoria melhor curta-metragem. A cerimônia de premiação ocorreu no Royal Albert Hall em Londres.

Jay Wilde é um fazendeiro que atuava no ramo de produção de leite e carne. Um dia, incomodado com a ideia de ter que enviar suas vacas para o matadouro, já que esse é o destino comum quando cai a produção de leite, Wilde decidiu mudar a sua vida e a das vacas que viviam em sua propriedade.

Em vez de enviá-las para a morte, Jay Wilde, de Derbyshire, na Inglaterra, as levou para um santuário, iniciando uma nova jornada de respeito e compaixão pelos animais. No filme com duração de 15 minutos, Wilde rompe uma tradição familiar e passa a investir na produção orgânica de vegetais com o apoio da organização Vegan Society.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here