Hamilton diz que saúde de cachorro melhorou com dieta vegana

“Três meses atrás, decidi fazer a transição dele para uma dieta vegana. Isso mudou sua vida"

“Dito isso, sempre recomendo consultar o seu veterinário antes de fazer qualquer alteração na dieta do seu animal” (Foto: Brian J Ritchie/REX Shutterstock)

O piloto Lewis Hamilton, seis vezes campeão da Fórmula 1, publicou esta semana no Instagram que há oito anos ele é o responsável por Roscoe, um bulldog inglês que adora tacos, basquete e futebol.

Feita a introdução, ele relatou que o animal consumiu “comida normal de cachorro” por toda sua vida, incluindo carne. No entanto, sempre tinha muita dificuldade para respirar, não conseguia andar muito e suas articulações doíam.

“Ele também tinha alergias de pele. Três meses atrás, decidi fazer a transição dele para uma dieta vegana. Isso mudou sua vida”, afirmou o piloto, acrescentando que o animal já não tem problemas respiratórios ou de garganta – nem dificuldade para correr como antes.

Lewis Hamilton disse que tem sido incrível ver essas mudanças e declarou que sente-se grato por poder compartilhar essa experiência.

“Dito isso, sempre recomendo consultar o seu veterinário antes de fazer qualquer alteração na dieta do seu animal de estimação para garantir que suas necessidades nutricionais sejam atendidas – o que é o mais importante”, continuou.

A publicação atraiu elogios e críticas dos seguidores do piloto. Enquanto alguns viram a mudança como positiva, considerando que Hamilton é vegano, outros comentaram que os problemas respiratórios do cachorro não têm relação com a alimentação, mas sim com a formação craniana do animal que, assim como o pug, é categorizado como braquicefálico – cães criados para terem um maxilar inferior normal e um maxilar superior recuado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here