Mil viviam em comunidade vegetariana na Sibéria em 1932

Viviam cerca de mil vegetarianos pacifistas e tolstoianos numa área de três mil hectares

À época, foi a comunidade vegetariana que impediu que a população da região morresse de inanição (Imagem: Revista tcheca Sbratreni, de 1932)

Em 1932, uma comunidade vegetariana russa já despontava em Kuzneck, na Sibéria.

Viviam cerca de mil vegetarianos pacifistas e tolstoianos numa área de três mil hectares, de acordo com a Sociedade Vegetariana Eurasiana.

Supostamente, o governo chegou a persegui-los e cogitou bani-los da União Soviética. Mudou de ideia com a chegada da Fome Soviética no mesmo ano.

À época, foi a comunidade vegetariana que impediu que a população da região morresse de inanição.

Eles produziam alimentos e dividiam com os necessitados, segundo a União Vegetariana Internacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here