Muçarela vegana lidera vendas de queijos vegetais

Produto será determinante para que o mercado chegue a um valor de US$ 5,64 bilhões até 2028

Foto: Nora Cooks

Segundo um relatório concluído em outubro pela Grand View Research, a muçarela vegana lidera as vendas globais de queijos vegetais. Além disso, o produto será determinante para que o mercado chegue a um valor de US$ 5,64 bilhões até 2028, com taxa de crescimento anual composta de 12,4%.

A justificativa é que dos queijos sem leite, a opção mais procurada pelos consumidores ainda é a muçarela, e por seu uso em lanches, massas e pizzas, entre outros preparos.

Hoje, a castanha-de-caju está em primeiro lugar entre os ingredientes mais utilizados na produção da muçarela vegana. “É um produto que contém vitaminas B2 e B12 e baixo teor de gordura. Isso o torna atrativo aos consumidores”, destaca a GVR.

“A demanda por muçarela é significativamente alta em países onde a culinária italiana é popular.” A empresa de análise de mercado prevê que até 2028 o interesse pelas versões veganas aumentará bastante.

Isso também tem relação com a crescente aceitação do veganismo entre os consumidores, especialmente entre os millennials, que hoje são os principais responsáveis pela expansão do mercado.

Ricota e popularidade 

“A crescente conscientização sobre a crueldade contra os animais e os impactos ambientais negativos da indústria de laticínios tem incentivado os consumidores a optarem por produtos à base de vegetais.”

Ainda conforme a GVR, a demanda por ricota vegana também deve crescer bastante – chegando a 13,5% de taxa de crescimento anual composta, o que também tem relação com sua diversa aplicabilidade.

Vale lembrar que uma pesquisa divulgada em agosto pela Fact.MR estima uma taxa de crescimento anual de 15,08%.

Segundo a pesquisa, a popularidade dos queijos veganos também tem elevado a demanda por opções mais inovadoras e desenvolvidas com ingredientes que podem atrair um público mais amplo.

“Sua popularidade está crescendo, com consumidores exigindo mais opções à base de vegetais”, frisa a pesquisa, acrescentando que um público crescente quer opções mais saudáveis de queijos vegetais, mas que ao mesmo tempo ofereçam diferenciais em sabor e textura.

 

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 




DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here