Playlist: mais de 250 músicas em defesa dos animais

Playlist no Spotify traz desde composições de bandas e músicos bem conhecidos até de artistas de um cenário mais alternativo e underground

Intenção é motivar as pessoas a refletirem sobre a forma como os animais são objetificados e reduzidos a produtos (Arte: Hartmut Kiewert)

Uma playlist recém-criada no Spotify reúne mais de 250 músicas que abordam temas relacionados à defesa animal, direitos animais e veganismo. Embora grande parte das músicas seja de subgêneros do rock, há também composições de outros estilos ou que transitam por outros gêneros – de Club 8 a Napalm Death, de Cólera à Nina Hagen, de Diegojah a Earth Crisis, de Linda McCartney a Propagandhi e de Los Fastidios a Suvereno, para citar alguns exemplos.

Intitulada “Música em Defesa dos Animais”, no geral a playlist traz desde composições de bandas e músicos bem conhecidos até de artistas de um cenário mais alternativo e underground, que criticam o antropocentrismo, especismo, enfim, uso de animais com fins de consumo, além da desconsideração amparada em outros aspectos da objetificação da vida não humana.

Muitas composições, inúmeras já atravessaram gerações, foram lançadas não apenas com o objetivo de entreter, mas de clamar por mudanças que permitam refletir sobre a nossa relação com os animais e a importância de reconhecê-los como sujeitos de direitos, que não deveriam ser explorados e mortos apenas porque consideramos mais fácil e mais cômodo reduzi-los a produtos, alimentos, entretenimento, mão de obra ou qualquer outro fim legitimado culturalmente.

Algumas músicas se tornaram hinos não oficiais do movimento dos direitos animais nas últimas décadas – como “Murder”, do Extreme Noise Terror; “Meat Means Murder”, do Conflict; e “Meat is Murder”, do The Smiths. A playlist também traz composições nacionais de nomes como Carrapato’s, Cólera, Guilhermoso Wild, Nervosa e Surra, entre outras.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here