Segundo estudo, dieta à base de vegetais é aliada contra a covid-19

De acordo com o Zoe Covid Study, uma boa dieta à base de vegetais pode reduzir chances de desenvolvimento da doença

Uma boa dieta à base de vegetais pode reduzir o risco de alguém ficar gravemente doente depois de contrair covid-19 (Foto: Food Network)

Um estudo concluído e divulgado neste mês de julho pela plataforma Zoe Covid, uma iniciativa sem fins lucrativos criada para realizar e apoiar pesquisas sobre a doença, revela que a dieta à base de vegetais é uma aliada contra a covid-19.

Realizado em parceria com a Escola de Medicina da Universidade Harvard e o King’s College de Londres, o estudo destaca a influência de uma boa alimentação.

“Descobrimos que as pessoas que seguem uma dieta rica em vegetais de alta qualidade podem ter menor probabilidade de contrair covid-19 ou de parar em um hospital por causa da doença”, informa o professor de epidemiologia do King’s College, Tim Spector, cofundador da plataforma Zoe Covid.

A conclusão é baseada em um estudo com mais de 592 mil pessoas, o que faz desse trabalho o maior na avaliação da relação entre dieta e desenvolvimento da covid-19.

Benefícios à microbiota

“Analisamos dados de 592.571 pessoas que participaram de uma pesquisa do Zoe Covid Study no Reino Unido e nos EUA. Descobrimos que aqueles que seguem uma dieta de melhor qualidade têm 10% menos probabilidade de desenvolver covid-19 do que aqueles com uma dieta de baixa qualidade; e 40% menos probabilidade de ficarem gravemente doentes se desenvolverem covid-19.”

Segundo o estudo nutricional Predict, da Zoe, uma boa alimentação é benéfica à microbiota intestinal, e com uma dieta “amiga do intestino” há um ganho em saúde, incluindo redução de inflamações, gordura corporal e melhores níveis de açúcar e de gordura no sangue – o que pode ser proporcionado por uma boa dieta à base de vegetais.

Outro estudo 

“Um estudo menor e recente mostrou que quem segue uma dieta à base de vegetais têm menor probabilidade de ficar gravemente doente por causa da covid-19. Mas o nosso é o primeiro estudo a mostrar que uma dieta de melhor qualidade na verdade reduz as chances de desenvolver a doença em primeiro lugar”, destaca o Zoe Covid Study.

Segundo o cocoordenador da pesquisa, Andrew Chan, professor da Escola de Medicina da Universidade Harvard, a qualidade da dieta é um fator de risco estabelecido para muitas doenças que são conhecidas por terem uma base inflamatória. “Nosso estudo demonstra que isso também pode ser verdadeiro para a covid-19, gerada por um vírus que é conhecido por provocar uma resposta inflamatória severa.”

Clique aqui para se informar a respeito de outro estudo sobre dieta e covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here