Como ser vegano no interior

“Como você consegue ser vegano neste lugar?” E eu replico: “Como não ser vegano neste lugar?

É mais fácil ser vegano no interior do que as pessoas imaginam ou julgam (Foto: Vegan Heart)

Moro no interior do Paraná e às vezes as pessoas me perguntam: “Como você consegue ser vegano neste lugar?” E eu replico: “Como não ser vegano neste lugar?” Se você associa veganismo com o consumo de um sem-número de opções de produtos industrializados, realmente isso pode ser um problema.

Porém, a verdade é que é mais fácil ser vegano no interior do que as pessoas imaginam ou julgam. Claro que produtos industrializados podem tornar a vida de muita gente mais prática. Há produtos de gêneros básicos que podem ser considerados essenciais, mas sabemos que muitos outros não.

Temos essa crença de supervalorizar o que é industrializado por uma questão cultural, de acessibilidade, hábitos. Mas basta você se dispor a enxergar um pouquinho além para perceber que não é exatamente assim. Você precisa entender que nada te impede de ser vegano a não ser você mesmo.

Claro, não dá pra negar que opções de produtos industrializados para veganos e vegetarianos também podem cumprir um papel de aproximar as pessoas do interesse por produtos livres da exploração animal.

Por outro lado, a vantagem de se morar em cidades de pequeno e médio porte é que você ganha em tempo, por não ter que se deslocar tanto no cotidiano por longa distâncias (claro que há exceções), e tem mais facilidade de comprar inclusive alimentos diretamente do produtor em hortas e pomares, e pode também conhecer o sistema de produção, se assim desejar.

No mais, mesmo que não queira, e dependendo da cidade onde vive, até mesmo em pequenos mercados você encontra produtos da agricultura familiar ou de pequenos produtores, o que é bem interessante se você não quer contribuir com grandes produtores ou grandes empresas.

E ainda que não tenha acesso a esses produtos, em qualquer supermercado você encontra os alimentos e ingredientes básicos que podem te ajudar a ter uma alimentação bem completa e sem ingredientes de origem animal.

Arroz, leguminosas (feijão, lentilha, grão-de-bico e ervilha – boas fontes de proteína de origem vegetal que você pode escolher de acordo com o seu orçamento), frutas e verduras não são difíceis de encontrar.

Tenha em mente também que se na sua cidade há algum empório ou loja de produtos a granel, você pode comprar alimentos que podem somar na sua dieta – como aveia, cacau em pó, oleaginosas (como amendoim que é acessível e você pode usar para preparar pasta de amendoim), frutos secos, etc.

Tem quem goste de proteína de soja, tem quem goste de proteína de glúten, aí é uma questão de apreço e de crença nos benefícios. Claro, são apenas exemplos, sugestões e referências. Siga a sua preferência e as suas recomendações nutricionais.

E sobre produtos de higiene, limpeza, etc? Bom, nesse caso, o ideal é você checar se os produtos que você já usa no cotidiano não têm ingredientes de origem animal e se não são testados em animais.

Mas não se preocupe, porque há inclusive produtos para veganos que são mais baratos do que os que não são. Nesse caso, participar de grupos veganos e conversar com quem já é vegano pode facilitar bastante esse processo de entendimento sobre marcas, produtos, o que comprar ou não comprar.

Claro que de repente você pode não encontrar marcas específicas sugeridas por amigos ou conhecidos veganos. Nesse caso, uma alternativa pode ser comprar em alguma cidade próxima ou pedir que alguém compre; ou recorrer à internet (se valer o custo/benefício); ou então, caso tenha tempo e goste da ideia, substituir alguns produtos por opções caseiras.

Se tratando de higiene, exemplos de “faça você mesmo” são os desodorantes à base de bicarbonato de sódio ou óleo de coco. Claro, você tem o YouTube como aliado e muita gente disposta a te ensinar muitas receitas veganas que não exigem mais do que alguns minutos.

Outra recomendação para quem ainda tem dificuldade em ser vegano vivendo no interior é procurar por pessoas que já são e tirar suas dúvidas. Isso pode ser bastante positivo, considerando que vocês partilham de uma mesma realidade que talvez seja desconhecida por aquele amigo ou conhecido da internet. Não existe segredo, basta querer. A mudança é possível independente de onde você mora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here