Soama lança campanha contra uso de peles no RS

“Esta campanha é inspirada em dezenas de jovens que já vimos em vários lugares usando peles de animais”

No Rio Grande do Sul e em alguns outros estados do Sul e Sudeste do Brasil há empresas que investem nesse mercado, inclusive importando peles de animais abatidos em outros países (Arte: Divulgação/Soama)

A Sociedade Amigos dos Animais (Soama), de Caxias do Sul (RS), lançou esta semana uma iniciativa contra o uso de peles. Intitulada “Quem usa pele veste a morte”, a campanha aproveita este período de inverno para enfatizar que não faz sentido usar a pele de um animal para cobrir o corpo quando há alternativas que não envolvem exploração, violência e morte de animais.

“Esta campanha é inspirada em dezenas de jovens que já vimos em vários lugares usando peles de animais”, informa a diretora de marketing da Soama, Natasha Oselame Valenti, acrescentando que a proposta é reforçar que nenhum suposto glamour justifica a crueldade animal.

No Rio Grande do Sul e em alguns outros estados do Sul e Sudeste do Brasil há empresas que investem nesse mercado, inclusive importando peles de animais abatidos em outros países.

“Os animais que são criados para este fim adquirem comportamentos neuróticos e praticam até mesmo automutilação e canibalismo. Desenvolvem comportamento psicótico e chegam a bater suas cabeças nas grades das gaiolas, movendo-se furiosamente de um lado para o outro”, lamenta Natasha.

Outro fato lamentável apontado pela campanha é que em muitos casos são mortos vários animais de pequeno porte para a confecção de apenas um casaco. “Animais são eletrocutados, asfixiados, envenenados, gazeados, afogados ou estrangulados. Nem todos morrem imediatamente. Há casos de animais esfolados vivos. E para não danificar a pele, há duas formas usuais de abate: a quebra da coluna cervical e a eletrocussão anal”, enfatiza.

A Soama também realizou um levantamento que aponta que um a cada quatro animais capturados na natureza para serem vendidos como matéria-prima para essa indústria acabam presos em armadilhas e se obrigam a roer as próprias patas na tentativa de se libertar:

“Os que conseguem escapar morrem pouco tempo depois por hemorragia, infecção, fome ou mesmo caçados por outros predadores em consequência de sua vulnerabilidade.”

Apoio

A campanha “Quem usa pele veste a morte” conta com parceria e apoio da Agência 42, Infront Mídia, Darla Pereira, Tchê Vegano, Sara Oss Emer, Rafa Rottini, Lisi Viezzer e Mágica Adesivos Decorativos.

Saiba Mais

A Sociedade Amigos dos Animais (Soama) é uma ONG que defende o abolicionismo animal e que foi fundada em Caxias do Sul (RS) em 1998.

Acompanhe o trabalho da Soama:

Facebook

Instagram

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here