Reconhecer o sofrimento animal motivou Dez Fafara a se tornar vegano

Sobre a carne: “Era um animal senciente que poderia brincar de pegar e sentar, e ter momentos ternos e amorosos”

Dez Fafara admite que já foi “o cara do churrasco”, mas há quatro anos sua vida mudou (Foto: Getty)

Em entrevista à Heavy Magazine, da Austrália, o vocalista da banda de metal DevilDriver, Dez Fafara, contou na semana passada que a sua motivação para se tornar vegano foi o reconhecimento e consideração do sofrimento dos animais.

“Se você já viu como uma vaca sofre…sim, você pode amar queijo, e você não deve saber disso, mas um bezerro é roubado de sua mãe para que esse leite seja seu, e eles arrastam esse bebê enquanto ele grita”, disse Fafara.

Segundo o vocalista, desde a forma como os animais são tratados até o processo de abate são indiscutivelmente indignos e nojentos: “Um porco é duas vezes mais esperto que um cachorro, então agora você vai manter milhares deles no escuro até matá-los seis, sete meses depois? A maneira que eu vi esses vídeos [e] como isso tocou meu coração, me destruiu. Eu disse a mim mesmo: ‘Eu não posso estar neste planeta e fazer parte disso’”.

O mais interessante da história de transição de Dez Fafara é que ele narra que “era o cara do churrasco”, e se recorda que em suas turnês com os caras do Pantera, sempre havia churrasco, mas agora ele olha para as costelas de um animal que sofreu tremendamente e por toda a sua vida, conforme suas próprias palavras, e não há como continuar consumindo isso.

“Era um animal senciente que poderia brincar de pegar e sentar, e ter momentos ternos e amorosos”, comentou. O vocalista do DevilDriver comemora o fato de que as pessoas estão começando a ver que os alimentos à base de plantas são bons para a sua saúde e para o meio ambiente:

“Uma mulher tem uma porca de estimação e sai todo dia com ela para passear. Ela [a porca] sabe o nome dela. Ela vem até mim, fica feliz, bufa, toca. Eu tenho o direito de pendurá-la de cabeça para baixo para cortar sua garganta porque gosto de costela? Isso é terrível, nojento. Não posso ser parte do terror, da tortura e do medo que vivem esses animais.”

Embora não tenha pensado nos benefícios para a saúde de uma boa dieta à base de vegetais, Fafara admite que a mudança de hábitos alimentares permitiu que ele perdesse quase 20 quilos e não tivesse mais problemas de colesterol e normalizasse a pressão arterial:

“Fiz um teste na esteira e o médico disse: ‘Você tem o coração de uma pessoa de 25 anos [Fafara tem 53]. […] Meus níveis de energia estão no topo. Eu andei de skate ontem até a meia-noite com meus filhos. Estou na melhor forma da minha vida agora. ”

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here