Uma tragédia que matou mais de 67 mil ovelhas

Arte: Sue Coe

Em 23 de agosto de 1986, o navio de carga Uniceb deixou Fremantle, na Austrália, em uma viagem com duração de 16 dias até Aqba, na Jordânia. A 245 milhas a leste de Seychelles, um incêndio na sala de máquinas se espalhou até as acomodações da tripulação.

Então os tripulantes abandonaram o navio, deixando para trás mais de 67 mil ovelhas. Mais tarde, a artista vegana Sue Coe criou uma obra em homenagem aos animais mortos em um dos maiores incêndios com ovelhas já registrado na história da Austrália.

Sobre o episódio, ela escreveu: “Havia 67.050 almas a bordo.” Para se ter uma ideia de como a Austrália investe na exploração desses animais, o país tem pouco mais de 24 milhões de habitantes e cria mais de 100 milhões de ovelhas e carneiros, que serão mortos para a extração de lã e carne.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here