Benefício à saúde é critério na compra de produtos veganos

Segundo a Kerry, 67% dos consumidores que compram produtos veganos ou plant-based desejam melhorar a própria saúde ou de sua família

Foto: Pixabay

Uma pesquisa da Kerry divulgada esta semana revelou que no Brasil 67% dos consumidores que compram produtos veganos ou plant-based desejam melhorar a própria saúde ou de sua família, o que significa que esse tipo de benefício é um critério na hora de fazer compras.

Esse percentual é representado, em primeiro lugar, por consumidores que estão reduzindo o consumo de produtos de origem animal, segundo a Kerry.

A pesquisa também destaca que os flexitarianos, mesmo quando dizem que são motivados por questões de sustentabilidade, são mais críticos em relação ao sabor dos produtos do que os consumidores veganos e vegetarianos.

“Embora a sustentabilidade seja um fator importante, os consumidores não estão dispostos a renunciar ao sabor. Por isso, procuram produtos que sejam o mais próximo possível da experiência de sabor dos produtos de origem animal.”

Em relação às carnes vegetais que mimetizam alimentos de origem animal, a Kerry diz que a referência maior hoje ainda é a carne bovina. “Os consumidores querem produtos com maior suculência e uma ‘mordida’ que ofereça experiência mais próxima possível da carne”, destaca a pesquisa.

“Eles também estão procurando por características culinárias, como carbonização, que sinalizem que um hambúrguer está perfeitamente cozido e seguro para comer, e querem alternativas de carne com melhor valor nutricional.”

A diretora de marketing estratégico da Kerry, Fiona Sweeney, diz que a necessidade de uma ótima experiência de degustação é universal. “Com alimentos à base de vegetais muitas vezes escolhidos pelos consumidores como uma alternativa mais sustentável, garantir um sabor excelente pode ser uma entrada para fornecer soluções nutricionais inovadoras e sustentáveis ​​para consumidores em todo o mundo”, avalia.

Fiona também comenta sobre o fato de a pesquisa apontar que os flexitarianos são o principal grupo de consumidores que impulsiona globalmente a categoria de alimentos veganos ou à base de vegetais.

“Por ainda consumirem carne e laticínios, suas expectativas quanto ao sabor dos alimentos à base de vegetais são impulsionadas por essas experiências. A chave para o sucesso nesta categoria é que eles não apenas tenham um sabor bom, mas também melhor valor nutricional e sejam sustentáveis.”

Em março, a Kerry lançou no Brasil o KerryVeg, um ingrediente-base para a produção de sorvetes vegetais. Clique aqui para ler a matéria.

Saiba Mais

A pesquisa no Brasil faz parte de uma pesquisa também realizada nos EUA, Reino Unido e Austrália, que contou com 1,5 mil participantes.

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 




DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here