Indústria cosmética vegana cresce durante pandemia no Canadá

"Ser uma startup mostrou durante a pandemia que somos mais flexíveis e nos ajustamos mais rapidamente às mudanças"

Marca canadense não afetada pela crise investe em fórmulas mais naturais para o desenvolvimento de cílios e sobrancelhas a partir de extratos botânicos (Foto: Pixabay)

Embora a crise gerada pela pandemia de covid-19 esteja causando grandes perdas econômicas, a indústria cosmética vegana no Canadá tem se sobressaído muito bem. Um dos exemplos mais recentes é o da marca Adoreyes, lançada no final de 2019.

Segundo a startup, que investe em fórmulas mais naturais para o desenvolvimento de cílios e sobrancelhas a partir de extratos botânicos, a venda de seus produtos livres de ingredientes de origem animal e de testes em animais dispararam em 2020.

Para conquistar mais mercado, a marca investiu principalmente no fortalecimento do seu comércio eletrônico, oferecendo benefícios aos consumidores e já considerando a inviabilidade de apostar tanto nas vendas em lojas físicas.

“Ser uma startup mostrou durante a pandemia que somos mais flexíveis e nos ajustamos mais rapidamente às mudanças”, disse a cofundadora da Adoreyes, Natalia Haluszka, acrescentando que já planejam expandir para os Estados Unidos.

O mais recente relatório da empresa de pesquisa de mercado Prophecy Market Insights, aponta que até 2029 o mercado global de produtos veganos deve valer o equivalente a R$ 130 bilhões, com taxa de crescimento anual composta de 5,9%.

Sem dúvida, uma projeção de crescimento bem significativa em comparação com 2019, quando o mercado foi avaliado em R$ 74,1 bilhões.

Clique aqui para saber mais a respeito ou aqui para entender como produtos veganos estão levando mais qualidade à indústria cosmética.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here