Novo álbum do Carcass traz um coração à base de vegetais

“São vegetais e tudo o mais. Então as pessoas reclamarão: “Oh Deus! Eles estão em alguma cruzada vegana"

“Mas o que gosto nisso é…quantas vezes fizemos aquela coisa toda de colagem de cadáveres? É bom ser um pouco mais simbólico”, explicou Jeff Walker (Fotos: Divulgação)

O novo álbum da banda britânica de death metal Carcass, “Torn Arteries”, que será lançado no dia 17 de setembro, traz um coração à base de vegetais na capa.

A arte do polonês Zbigniew Bielak, inspirada em uma escultura que o vocalista e baixista Jeff Walker viu em um hospital canadense, foi criada exatamente para gerar controvérsias.

“São vegetais e tudo o mais. Então as pessoas reclamarão: “Oh Deus! Eles estão em alguma cruzada vegana”, comentou Walker em tom bem-humorado sobre a concepção da arte, segundo a Rolling Stone.

“Mas o que gosto nisso é…quantas vezes fizemos aquela coisa toda de colagem de cadáveres? É bom ser um pouco mais simbólico”, explicou.

Vale lembrar que Walker e o cofundador do Carcass, o guitarrista Bill Steer, são vegetarianos e pacifistas. Além disso, “Torn Arteries”, com sua arte instigadora, é o primeiro álbum lançado pela banda em oito anos.

Ou seja, desde o lançamento de “Surgical Steel”, em que abordam a exploração animal e os direitos animais em algumas faixas.

Em “Captive Bolt Pistol”, eles fazem referência à invenção do alemão Hugo Heiss, que em 1903 criou a pistola usada para “atordoar” animais no processo de abate. No álbum, também criticam o consumo de animais em “Unfit for Human Consumption”.

Em entrevista ao portal Mourning The Ancient e repercutida em 2014, Jeff Walker foi direto em relação à abstenção do consumo de carne: “Se não sinto necessidade de comer meu gato, por que eu comeria uma vaca?”

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 




DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here