Novo documentário expõe relação entre pecuária e desmatamento

"Quero mostrar como as escolhas que fazemos sobre o que comemos a milhares de quilômetros de distância afetam diretamente a floresta tropical"

Um novo documentário intitulado “Takeout”, com direção de Michal Siewierski, de “Food Choices”, e produção do músico e compositor Moby, expõe a relação entre a agropecuária e o desmatamento da Amazônia.

O filme lançado nos EUA na última quinta-feira (30) explora fatos recentes como o recorde de incêndios registrados na Amazônia.

Também aponta o presidente Jair Bolsonaro e o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles como personagens que têm contribuído para a expansão do desflorestamento em benefício da agropecuária, inclusive por meio da defesa de novas políticas de relaxamento ambiental.

No documentário, o pesquisador Paulo Barreto, do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam) sustenta que hoje é correto dizer que 90% do desmatamento na Amazônia é por causa da agropecuária.

Matt Jacobson, da ONG Mighty Earth, aponta que a maior parte da soja produzida na região é destinada ao gado que será abatido para consumo.

“Quando destruímos a floresta, destruímos nós mesmos”

Já o ex-deputado Henry Waxman afirma que “muitas pessoas não entendem que quando elas consomem um pedaço de carne em Los Angeles ou em Nova York isso resulta em desmatamento no Brasil”.

“Quando destruímos a floresta, destruímos nós mesmos”, diz Moby em “Takeout”. Para reforçar o quanto a agropecuária é prejudicial ao meio ambiente, o documentário traz depoimentos de cientistas, políticos, representantes de ONGs e ativistas pelo clima.

“Com Takeout, quero mostrar como as escolhas que fazemos sobre o que comemos a milhares de quilômetros de distância afetam diretamente a floresta tropical”, argumenta o diretor Michal Siewierski.

Moby partilha da mesma opinião. “Como defensor de longa data de um estilo de vida vegano, conheço as consequências éticas do consumo de carne. Fiquei chocado com o que aprendemos durante a produção de ‘Takeout’”.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here