Campanha oferece US$ 1 milhão para o papa não comer nada de origem animal durante a Quaresma

Caso o papa concorde, o dinheiro doado pela Blue Horizon Foundation será destinado a uma instituição de caridade de sua escolha

A iniciativa tem o objetivo de desafiar pessoas de grande influência a experimentarem a abstenção do consumo de animais (Foto: Reuters)

A campanha The Million Dollar Vegan, idealizada pelo projeto Veganuary, que conta com o apoio de celebridades como os músicos Moby e Paul McCartney e da atriz Mena Suvari, além do cientista Joseph Poore e dos ambientalistas George Monbiot e Chris Packham, está oferecendo um milhão de dólares para o Papa Francisco não consumir nada de origem animal durante a Quaresma – que começa no dia 6 de março e termina no dia 14 de abril.

Caso o papa concorde, o dinheiro doado pela Blue Horizon Foundation será destinado a uma instituição de caridade de sua escolha. A iniciativa tem o objetivo de desafiar pessoas de grande influência a experimentarem a abstenção do consumo de animais, assim motivando muitas outras pessoas a tornarem-se veganas ou vegetarianas.

Segundo o Veganuary, que convidou a ativista Genesis Butler, de 12 anos, para ser o rosto da campanha, é importante que as pessoas saibam do impacto ambiental gerado pela agropecuária e da violência imposta a bilhões de “animais de fazenda” mortos por ano. Para atrair atenção para o desafio, uma carta escrita por ativistas dos direitos animais, explicando as razões pelas quais estão convidando o papa a não consumir nada de origem animal, e não simplesmente carne, vai ser publicada em jornais de 15 países.

A carta cita também que a produção e o consumo de produtos de origem animal favorece a fome e a miséria no mundo. Também coloca em risco espécies selvagens em decorrência do desmatamento para a formação de pastagens e produção de grãos para alimentar animais que serão mortos para consumo.

Se você apoia a iniciativa, assine a petição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here