Incubadora procura startups que desenvolvem alternativas aos alimentos de origem animal

Startups que desejam receber apoio podem se inscrever no programa da ProVeg Incubator até o dia 31 de julho

A incubadora da organização alemã ProVeg está em busca de startups de qualquer lugar do mundo que estejam desenvolvendo alternativas aos ovos, peixes, frutos do mar e carne de frango.

Startups que desejam receber apoio podem se inscrever na ProVeg Incubator até o dia 31 de julho. O programa terá início no final de setembro.

Segundo a ProVeg, ainda há uma grande lacuna na oferta de produtos que mimetizam ovos, peixes e frangos, assim como laticínios. Por isso o foco da incubadora hoje é priorizar o aperfeiçoamento e oferta desses produtos.

Entre as empresas que já participaram do programa da ProVeg está a marca chinesa Haofood, que desenvolveu um produto que imita a carne de frango a partir do amendoim, e recentemente arrecadou US$ 3,5 milhões. Além disso, seus produtos já estão disponíveis em mais de 2,3 mil lojas.

Já a israelense Remilk, que também participou da ProVeg Incubator e produz uma alternativa ao leite convencional, arrecadou US$ 120 milhões no início de 2022 e conseguiu obter aprovação para a comercialização de seus produtos nos EUA.

“Na ProVeg, nos esforçamos para maximizar nosso impacto de longo prazo e cumprir nossa missão de reduzir o consumo de animais em 50% até 2040”, diz o diretor da ProVeg Incubator, Albrecht Wolfmeyer.

“Embora consideremos a alimentação à base de vegetais como a solução perfeita para muitos dos problemas do mundo, reconhecemos o enorme potencial da agricultura celular e carne cultivada, assim como ovos, laticínios, peixes e frutos do mar cultivados. Tudo isso faz parte de uma estratégia complementar em nossa missão de reduzir a produção animal.”

Gosta do trabalho da Vegazeta? Colabore realizando uma doação de qualquer valor clicando no botão abaixo: 




[themoneytizer id=”85237-1″]

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here